domingo, 31 de maio de 2009

Ou é, ou não é!...



Zélia Duncan - Sentidos

Uma noite sempre a ripar ;-)...



Sting - Englishman In New York
Adoro a tua versão D.!!
Foi a primeira música que te ouvi cantar ao vivo e
sempre que ouço, pela voz do Sting, falo em ti.



Perfect

Imaginem o dueto B. e D.
A capa podia CD ser... vocês e um sofá, boa?! ;-)



Hallelujah - John Cale (música de Leonard Cohen)
Parecias um "Santinho" a cantar Amigo!
Fantástico ;-)

P.S. - para a semana temos mais!!

sábado, 30 de maio de 2009

Sol, Mar e Bolas de Berlim...



Com creme, naturalmente ;-)
Confesso que me apetecia uma travessa de caracóis...

Viva o Verão!!

Parabéns R.T. ;-)...


Conheço o R. há tantos anos, como conheço a avó N.
Sabem aquelas pessoas crescidas de quem se gosta à primeira?!
Pois foi assim! lembro-me como e fosse hoje!

Com o R. já ri e já chorei. É assim com os Amigos.
Hoje, na verdade há algum tempo, olho para o R. e vejo muito mais do que o pai do A. (o meu menino).
Olho para o Rui e vejo um irmão mais velho. O irmão mais velho que não tenho.
Olho para o R. e vejo um cúmplice, um Amigo com "A" grande, um excelente companheiro de viagens - e já foram tantas - vejo um companheiro de concertos - também foram alguns - e só por fim, vejo no R. um dos meus sócios na minha mais recente aventura...

Sempre ouvi dizer "Amigos, amigos. Negócios à parte." Acreditem ou não, esta foi umas das minhas "angústias" iniciais sempre que se falava na criação da empresa.
Naturalmente que não me arrependo. Acredito que ambos temos lucidez para manter viva esta Amizade.

Hoje o R. faz anos. O dia foi complicado, cansativo... agora é tempo de reunirmos e brindarmos à vida, à alegria e à amizade que nos une.
Que seja sempre assim!!
Um dia em grande para ti!!
Um beijo e um abraço do tamanho do mundo.
Gosto muito de ti!! (acho que nunca te tinha dito, mas tá dito, tá dito!!)

P.S. - Como dirá o J.G - que aos 50 sejam campeões - diz lá que não tenho fair play?! ;-)

Hoje o L. foi...


portou-se bem...
Cantou e brincou ;-)

Força avó N...


A avó N. é minha avó há quase 20 anos. O que prova, que em alguns casos, podemos escolher a família que temos.
Eu adoptei-a como avó e o inverso também aconteceu, naturalmente. E, de facto ela podia muito bem ser minha avó.
A avó N. tem 86 anos, quase quase a celebrar mais um já no próximo dia 14.

A história de vida da avó N. é feita de muitas alegrias e de algumas tristezas... muito activa a avó N. passou a vida a correr - ela trabalhava, ela dava explicações, ela tratava dos filhos e se o era assim em Angola, não deixou de ser quando se viu forçada a "aterrar" em Lisboa, com as filhas e com a maior de todas as sua perdas - a de identidade.
A dor de alguém que perdeu o marido... e a dor de alguém que teve de perder o seu país.
A avó N. sempre nos enche a alma com as suas histórias de vida, onde estas perdas tem sempre referência.
Claro que a idade vai pesando, e com isso, perde-se alguma energia, a memória fica mais fraca, esquecem-se alguns detalhes, anda-se mais devagar, ouve-se menos, etc, etc.
Com a avó N. não é diferente...

Ontem, por tudo isto, a avó N. sofreu um "pequeno" acidente doméstico. A avó N. caiu...
Para além do susto, a avó N. tem "algumas" sequelas - umas suturas no sobrolho, um olho negro e um braço ao peito - literalmente.
A recuperação será inevitavelmente demorada, mas vai correr bem! Tenho a certeza!
Força avó N.
Um beijo da neta N.

P.S. - para ti P. muita força também! Estes sustos fazem parte... há que ser forte!

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Ah pois é...


"Tudo posso n'Aquele que... " - não preciso de dizer mais,
porque sabes tão bem ou melhor do que eu!!

Força e Sê Feliz!!

Beijo Grande

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Arrepiantemente bom...



Susan Boyle - Memory Britains Got Talent 2009

Fecho os olhos... viajo... é arrepiantemente bom...
Percebem o que quero dizer quando digo:
"gosto de pessoas humildes e genuínas!"?!

Born to be wild...



Born To Be Wild and Easy Rider (Slipshotfilms)

Felizmente, não sou a única...
Há coisas fantásticas, não há?!

P.S. - a malta é... mais carro ;-)

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Champions League 09...

Barcelona vs Manchester United
- Final da Liga dos Campeões 08/09

Palavras para quê?!
Barça! Barça!




Barcelona, Freddie Mercury and Montserrat Caballe

C.R. - não adianta chorar ;-)

Pequeninos...


"Porque eu sou do tamanho do que vejo...
E não do tamanho da minha altura... "


Fernando Pessoa

P.S. - tenho visto gente tão pequenina ultimamente...

terça-feira, 26 de maio de 2009

Dia dos Vizinhos...


Começou a celebrar-se em 2003 em França e desde 2005 que se comemora também no nosso País.
Este ano passou de Europeu a Internacional com celebrações nos Estados Unidos e Japão entre outros pontos do Mundo.

No blog dos vizinhos pode ver-se o que está previsto para este dia, em diferentes regiões.

Há quem tenha bons vizinhos... a quem ainda se pode pedir um raminho de salsa (esta expressão para mim faz-me sempre lembrar a minha querida Amiga S.) e outros que nem sequer conhecem a cara do vizinho do lado ou da frente.

Tenho a sorte de viver num prédio suficientemente calmo, onde ainda se cultiva o bom relacionamento entre vizinhos.
Até há bem pouco tempo se me esquecesse da chave em casa... batia à porta da minha vizinha de baixo (mudaram-se há meia dúzia de meses) o inverso também se passava.

Tenho vizinhos que são Amigos, daqueles que entram sem pedir, que riem e que choram... são os vizinhos da casa onde vivi mais anos, onde cresci e me fiz gente.
Vizinhos que ficaram para a vida, com quem me encontro volta e meia.
Vizinhos que fazem parte integrante da minha história.

Os actuais vizinhos são simpáticos e tratamo-nos, quase todos, pelo nome... mas não nos metemos na vida uns dos outros. O que eu acho do melhor!

E vocês? São bons vizinhos? Têm bons vizinhos?

Mítica 208...



Aventura - Obsesion

... começou por ser uma aventura.
Uma prova de que eu era capaz!
E fui! Tornou-se uma saudável obsessão :-)



Rhythms del Mundo Coco & U2 - I still haven't found what I'm looking for

A Salsa acabou por despertar-me também para outros ritmos.
Afinal, sou uma cidadã do mundo!
E não, ainda não encontrei o que procuro...



No Woman No Cry

Foi uma despedida sentida, mas sem lágrimas
porque eu sou forte, mas acima de tudo, porque não era o fim!
É apenas o início de uma nova etapa, certo?!



Thinking of you - Salsa version

Como não poderia deixar de ser...
vou pensar em vocês... muito...

P.S. - Obrigada a todos... aspirantes a salseiros e "mestres" salseiros ;-)
Vemo-nos noutra sala... noutra pista ;-)

Parabéns Cunhadinha...


... tinha de redimir-me do atraso na publicação do post do ano passado...
E digo mais, não chegou à meia noite em ponto, porque estavamos ao telefone... a rir à gargalhada ;-)

Apesar das nossas diferenças - tu wild por fora e conservadora por dentro e eu exactamente o inverso - sabes que te adoro e te admiro!

A ti - cunhadinha, irmã, amiga, confidente, sócia e claro, Mãe do miúdo mais giro de todo o Tugal - desejo o melhor!

Um dia em Grande para ti ;-)
Beijos Grandes, N

Encontramo-nos ao jantar, boa?!

domingo, 24 de maio de 2009

Fabuloso...



Aquarela - Toquinho

E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar...

P.S. - O Futuro começa hoje!

É isso aí...



Ana Carolina E Seu Jorge

"É tão linda, que dói cá dentro...Arrepia e eu Amo!!!",
foi o J.P.P. que disse e eu subscrevo ;-)

Sublime...



Amazing Grace - Wintley Phipps

Por volta de 1750, John Newton era o comandante de um navio negreiro inglês.
Os navios faziam o primeiro pé de sua viagem da Inglaterra quase vazios até que escorassem na costa africana. Lá os chefes tribais entregavam aos Europeus as "cargas" compostas de homens e mulheres, capturados nas invasões e nas guerras entre tribos.
Os compradores seleccionavam os espécimes mais finos, e comprava-os em troca de armas, munições, licor, e tecidos.

Os cativos seriam trazidos então a bordo e preparados para o "transporte". Eram acorrentados nas plataformas para impedir suicídios. Colocados lado a lado para conservar o espaço, em fileira após a fileira, uma após outra, até que a embarcação estivesse "carregada", normalmente até 600 "unidades" de carga humana.

Os escravos eram "carregados" nos navios para a viagem através do Atlântico. Os capitães procuraram fazer uma viagem rápida esperando preservar ao máximo a sua carga, contudo a taxa de mortalidade era alta, normalmente 20% ou mais.
Quando um surto de disenteria ou qualquer outra doença ocorria, os doentes eram atirados ao mar.
Uma vez chegados ao Novo Mundo, os negros eram negociados por açúcar e melaço que os navios carregavam para Inglaterra no pé final de seu "comércio triangular."

John Newton transportou muitas cargas de escravos africanos trazidos à América no século XVIII.
Numa das suas viagens, o navio enfrentou uma enorme tempestade e afundou-se.
Foi nesta tempestade que Newton ofereceu sua vida a Cristo, pensando que ia morrer.
Após ter sobrevivido, ele converteu-se verdadeiramente ao Senhor Jesus e começou a estudar para ser um chamado Pastor”.

Nos últimos 43 anos de sua vida ele pregou o evangelho em Olney e em Londres. Em 1782, Newton disse: "Minha memória já quase se foi, mas eu recordo duas coisas: Eu sou um grande pecador, Cristo é o meu grande salvador."

No túmulo de Newton lê-se: "John Newton, uma vez um infiel e um libertino, um mercador de escravos na África, foi, pela misericórdia de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, perdoado e inspirado a pregar a mesma fé que ele tinha se esforçado muito por destruir".

O seu mais famoso testemunho continua vivo, no mais famoso das centenas de hinos que escreveu, este será certamente o mais traduzido, o mais cantado e claro, o mais ouvido.

P.S. - Obrigada ao P.S. que no seu discurso, desta manhã, me relembrou esta história...

Jantar de gajas...


Debaixo de uma autêntica tromba de água, as "babes" lá se juntaram à mesa.

Eu, a J. e a C. que levou consigo a M. (ainda "escondida") deixamos os homens e sentámo-nos à mesa, para uma noite picante.

Na mesa burritos, flautas, quesadillas, wraps e tudo o que temos direito.
Mais uma vez, as mãos substituíram os talheres.
Afinal, há coisas que só sabem bem quando comidas à mão!
Uma noite diferente ;-)

Há sonhos que viram pesadelos...


Não havia necessidade :-(
Medo... muito medo.

sábado, 23 de maio de 2009

Parabéns A...


O A.D. está a ficar crescido...

Parabéns puto!
(Até pareço o teu Pai a falar)

Desejo-te um dia em grande!!!

O A. será, para mim, sempre um leãozinho ;-)

Antídoto...


Sempre ouvi dizer que os caranguejos andavam para trás.
Mas afinal, tenho percebido que não é bem assim...
"Estes", regra geral andam para a frente, mas jamais podemos deixar que sejam mais fortes que nós.

Por isso, quero um antídoto já!!
Para travar este bicho que teima em aborrecer os meus Amigos.

P.S. - este post podia ser dedicado a milhares de pessoas por este mundo fora. Até a mim... quem sabe?!
Mas, perdoem-me o egoísmo.
Quando escrevi "quero um antídoto já!", lembrei-me particularmente de duas pessoas que são muito especiais para mim.
Dois grandes Amigos - eles sabem quem são!!
E isso basta-me.

Senti um...

... na garganta...

Assim que te ouvi percebi que não estavas bem.
Senti-te triste e fiqueI com um nó maior que este.

Partilhaste a tua preocupação...
enquanto eu, incrédula ia digerindo o que ouvia.

Vamos dar cabo disso!
Estou cá sempre, para o que der e vier!!

Beijos Grandes... Muitos!!

Já tinha Saudades...

De estar à conversa contigo J.P..

Nem parece que trabalhamos no mesmo sítio.
Raras são a vezes que nos cruzamos :-(

Ontem, quis o destino que nos encontrássemos à saída da empresa...
ainda foram alguns minutos à conversa!

Sabes que mais?! Soube a pouco!!
Temos que almoçar um dia destes, boa?!

Beijos Grandes

P.S. - Mais do que um colega, o J.P. é um tomo = AMIGO ;-)

Sobe e Desce...



Aqui ao Luar - Xutos e Pontapés

Ele - Devias passar por aqui agora... como se te tivesses esquecido de alguma coisa...

Ela - Já o fiz... até desfilei... :-((

Ele - Anda, que eu apanho-te no corredor...

Ela - Apanhas-me no corredor?! Qual corredor? Eu não desfilar outra vez...

Ele - Anda lá...

Ela - Tens que pedir de joelhos... ;-)

(...)

Ele - Já desfilei só para ti ;-)

Ela - Eu vi-te... só que não dá para correr :-(
Estou capaz de comer um gelado para arrefecer...

Ele - Sei onde há, ou não...

Ela - O que tu queres... sei eu!

Ele - O que eu quero... e o que tu queres ;-)

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Um filme com muitas vidas...


Foi o filme com que se despediu da Cinemateca.
Hoje despediu-se "uma vida com muitos filmes".

João Bénard da Costa, director da Cinemateca, morreu vítima de cancro, esta quinta-feira, aos 74 anos.


Bénard da Costa foi quem, em Portugal, deu o contributo mais importante para o cultivo da relação com o cinema, enquanto história e enquanto arte, sobretudo depois do 25 de Abril. Continuou, ampliou e deu mais largos horizontes ao trabalho iniciado por Félix Ribeiro e Luís de Pina, os primeiros directores da Cinemateca Portuguesa.
Os ciclos de cinema que promoveu, primeiro na Gulbenkian e no Palácio Foz, desde os anos setenta, e depois na sala da Cinemateca, na Barata Salgueiro, foram sempre grandes acontecimentos, alguns deles de nível mundial.

Bénard da Costa conseguiu muitas vezes dar a ver pela primeira vez a totalidade da obra de autores determinantes.
O trabalho de Bénard da Costa formou e influenciou decisivamente a maior parte dos produtores e dos cineastas portugueses que começaram a filmar nos anos oitenta e noventa, dos quais destaco Amândio Coroado, Pedro Costa e João Pedro Rodrigues.

João Bénard da Costa foi também um grande escritor, particularmente um grande escritor sobre o cinema, sobre os filmes e sobre as coisas que os filmes têm.

Bénard da Costa formou um olhar, ajudou a ver melhor. «Ver é uma coisa muito difícil. A gente julga que vê, mas não vê nada», disse ele numa entrevista há uns anos atrás.
A minha relação com o cinema deve-se em muito ao que ele me deu, quando o ouvia falar, sublimando e tornando vivas coisas que pareciam pequenas. E, sobretudo, as suas «folhinhas», escritas naquele português de tom muito seu, um tom queirosiano com qualquer coisa de Drummond de Andrade e de O`Neil, com aquelas palavras e expressões só suas, como «celebérrimo» e «à época».
Era assim que João Bénard da Costa comunicava a sua paixão, o seu entusiasmo e fascínio: «Este assombroso personagem, assombrosamente criado por uma das mais assombrosas mulheres de Lang» - aqui, era de Gloria Grahame e da personagem que representou em «Human Desire», de Fritz Lang, que João Bénard da Costa falava.


Tudo isso contagiava.

E a sua paixão vai continuar a contagiar: a maior parte dos excelentes textos sobre cinema publicados na imprensa estão editados pela Assírio & Alvim.

Devemos ir lê-los agora, é lá que arde a chama do seu espírito e o melhor que ele nos dá.

O "Mi" perdeu a voz...


O actor Wayne Allwine, que emprestou a voz por mais de três décadas a Mickey Mouse, o ícone de Walt Disney, morreu na Califórnia aos 62 anos de idade, confirmou nesta quinta-feira o site da produtora.
Wayne Allwine era casado com a mulher que deu voz a Minnie, Russi Taylor.
Allwine
morreu na segunda-feira, dia 18 de Maio, vítima de complicações de uma diabetes.
Ele começou a dar voz ao Mickey em 1977, depois da vaga deixada por seu mentor, Jimmy MacDonald.

Escusado será dizer que para mim, o "Mi" sempre teve sua voz... a mesma que o L. gosta de ouvir ;-)

Excelente...



Aqui está uma campanha de promoção turística de um País à séria.
"Temos o mesmo potencial, mas preferimos apostar em coisas medíocres como as imagens do C.R." - esta parte não fui eu que disse, mas não poderia estar mais de acordo.
Não gosto do "piqueno" e irrita-me que o meu Portugal se reduza ao ilhéu...

Tenho pena e não sou galinha. Imaginem se fosse...

Deixo-vos com a excelência! Está na lista... e já esteve mais longe ;-)

Será assim tão difícil?!...

Perceber que...

"Quando a última árvore tiver caído,
quando o último rio tiver secado,
quando o último peixe for pescado,
vocês vão entender que dinheiro não se come."

Greenpeace

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Amigo vs Colega...


Colega: nunca te viu chorar;
Amigo: teve sempre um ombro para tu chorares;

Colega: nunca pede nada para beber e comer;
Amigo: abre o armário e sente-se em casa;

Colega: pede-te para escreveres o teu número de telefone;
Amigo: pergunta-te o número telefone dele (porque não se lembra)

Colega: pede alguma coisa emprestada e devolve uns dias depois;
Amigo: tem um guarda-roupa cheio de coisas tuas;

Colega: sabe algumas coisas sobre ti;
Amigo: poderia escrever a tua biografia;

Colega: não ficaria contigo se as outras pessoas não tivessem ficado;
Amigo: ficaria sempre contigo;

Colega: apagava esta mensagem;
Amigo: mandava-a para todos os Colegas ou Amigos.

Tenho alguns colegas que são Amigos.
Mas tenho outros, que agradeço que nunca o sejam!!

Obrigada aos colegas (que são mais que as Mães) e aos Amigos poucos mas bons ;-)

Liberdade vs libertação...


"Não há liberdade, há libertação" a frase é de Paul Cour.

Porque efectivamente, não há liberdade... o "coelho" fomentou a libertação ;-)
Horas de Libertação...

A Mulher e os "fisico químicos"...

Dizem que os "físico químicos" explicam a Mulher desta forma.
Os meus Amigos Engenheiros, não químicos, mas muito físicos e que ainda são alguns,
tem certamente uma apreciação diferente, verdade?!
Eheheheheh ;-)

Inveja é coisa (muito) ruím...


Porque a quem Deus prometeu nunca faltou, há quem vá pela segunda vez ao Lisboa Bike Tour... ;-)

Vai daí que uma "piranga estrangeira", tem a distinta lata de perguntar: " que cunhas a realeza tinha para conseguir ser seleccionada (pela segunda vez) e os outros não?!"

Note-se que a dita senhora (seria totalmente diferente caso se tratasse de uma Senhora) nem tão pouco se havia inscrito...

A realeza, no auge da boa educação respondeu: "... eu tenho uma estrelinha muito grande".

A senhora, roída de inveja diz: "pois estou a ver"....

Como ainda não tinha dito disparates suficientes, a senhora ainda teve a distinta lata de continuar: "então e como é que vais ao Bike Tour?! Então e o cabelo?!"

Definitivamente não é normal!!
Mal soube deste inteligente registo, apenas me ocorreu dizer: "e o SPA, a senhora não inveja? Alinha em 6 sessões?!"
Quem sabe assim, a senhora, perceba como se faz com o cabelo...

Dassss... que há gente muito pequenina e esta, nem será por falta de chá...

Talvez por isso... haja quem não vá ao Bike Tour... e a senhora, mesmo que se tivesse inscrito, jamais seria seleccionada - as vacas são tão sagradas, que ninguém lhe toca...

Haja Paciência!!
Dá-lhe princesa! Força princesa - a quem Deus prometeu nunca faltou ;-)

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Viver é isto...



... evoluir a cada momento...

Sobe e desce...


Primeiros minutos:
Recuperamos do susto… (será que o elevador fica às escuras?) facilmente passamos do susto ao sorriso... afinal, quantas vezes já não pensamos nesta hipótese?!

Minutos depois (deverei escrever - segundos depois?!):
Num cubículo, os dois, a temperatura sobe.
Há uma faísca.
Só a claustrofobia poderia justificar o avançado estado de "descomposição"...
Elevador parado não é necessariamente tempo perdido... será?!

terça-feira, 19 de maio de 2009

Dias contados...




Gosto muito quando esta toca...
tenho pena que não seja o video clip original :-(

Há quase dois anos que estamos juntos...

Começámos timidamente a dar os primeiros passos e hoje... cada um brilha à sua maneira e juntos brilhamos na tentativa de fazer mais e melhor...
Somos indisciplinados, às vezes.
Cúmplices sempre.
Dislexica sou só eu...

Sabíamos que o que o fimda 208 estava próximo... Dói-nos saber isso.

É sempre assim, quando deixamos os que gostamos, os que nos fazem felizes...
É sempre assim quando se acaba uma relação... ou não!
Pessoas crescidas sabem dar a volta ao texto e reconhecer as mais valias. Porque essas, existem sempre!

As pessoas que são importantes para nós, entenda-se para mim, ficam sempre. Estão cá sempre.
Acompanharemos as suas vitórias e as suas conquistas. Ficaremos sempre felizes uns pelos outros.
Quando gostamos voltamos sempre... mesmo que seja por breves minutos.
Não sou das que acredita que não se volta aos locais onde já se foi feliz. Não sou mesmo!!
Nada será igual, nada se repetirá, tudo se transformará.
Vamos crescer, mais. Conhecer mais pessoas. Dançar mais.
As saudades que sentimos de quem gostamos são boas, é porque há carinho, amizade, respeito, cumplicidade.

Saudades é o que sinto... saudades é o que vou sentir.

Obrigada a todos! Aos que estiveram, aos que estão e aos que ficarão sempre ;-)
Obrigada a Ti.

P.S. - É agora que te cravo no "social", pode ser?!

Globos de Ouro...



Eu não perdi... vi ao vivo e a cores ;-)



Uma entrada fantástica.
Pilobolus - das sombras saíram estrelas. Fantástico!



O melhor momento da noite...
A brincar, a brincar... foram ditas muitas verdades!

António Feio subiu ao palco para entregar um prémio. O que disse, como disse foram palavras de um enorme desportivismo, optimismo, força e coragem. É ele um Grande Senhor, Homem e guerreiro que tanto tem lutado contra o seu "Pâncreas da Treta" - Como denomina ele num tom de brincadeira o seu cancro. Nuno Lopes recebeu o prémio de melhor actor masculino e num gesto encantador ofereceu o seu prémio a António Feio, seu mestre nesta arte de representar!
Dois momentos que ficam para sempre...





Paul Potts, sublime... arrepiante
A dupla Maria Ruef e Ana Bola... de ir às lágrimas



Deixa-me rir... Não havia necessidade, Jorge Palma!
A Bárbara no seu melhor. Excelente ;-)



Lá tive de levar com o discurso do Cristiano Ronaldo... tão expectável ;-)



Mais uma brilhante actuação...
O projecto Hoje assume-se como um tributo a Amália Rodrigues e é constituído por Nuno Gonçalves e Sónia Tavares(The Gift), Fernando Ribeiro (Moonspell) e Paulo Praça (Plaza).

Outro momento foi o ultimo da noite! A homenagem ao Maravilhoso realizador Manoel de Oliveira! Como disse e bem, Pinto Balsemão, foram necessários 100 anos para atribuir este prémio de Mérito e Excelência!



Apanhados de galas anteriores... há muito que acrescentar este ano ;-)

No geral, gostei.
Gostei especialmente do jogo de cintura da Bárbara Guimarães - ela merecia um globo... por tudo, em especial por ter tido a coragem de vestir aquele horrível vestido criado pelo Manel Gonçalves... Não havia necessidade. Era para parecer um
globo, não?!

Já o vestido do Tenente - são um must! Adorei o Jardim da Bárbara e o azulão da Cláudia Vieira... Lindos!!

P.S. - Eu vestida a rigor só podia ter uma noite... wild ;-)

Ao vivo e a cores...


Hoje foi o meu primeiro dia convosco!!

A ansiedade era grande.
Cheguei à hora marcada cheia de vontade de vos ver e convosco, passava-se exactamente o mesmo...

Logo à entrada fui recebida pelo B. e pela E. os educadores de serviço ;-) O B. eu tinha conhecido na última fase do processo de candidatura, após a reunião com a M. directora do lar.
Ainda com um pé dentro e outro fora a Y. e a A.R. quebraram o protocolo apresentando-se de imediato e enchendo-me de perguntas.

Depois, foi a vez de conhecer os cantos à sala - o pátio, a cozinha, a sala de refeições, a sala de estar, os quartos, wc's e claro... the last, but not the least - foi tempo de vos conhecer. Um a um:

- O L. e a B., estes manos, de 12 e 13 anos que já conhecia. (os mais atentos a este blogue saberão de onde) O L. estava a estudar para a prova de aferição de Português e a B. a tentar imitar os passos de Salsa que via no filme que passava na TVI. É bom de ver o que aconteceu - rimo-nos à grande;

- A C. e o S. M. - estes irmãos têm 11 e 9 anos respectivamente. O S. tem um ar muito meiguinho e a C é um doce de menina;

- A A.R. tem 7 anos e é uma princezinha - tem 7 anos e uma farta cabeleira. Gira, mas gira ;-) Acabou a tarde com o cabelo entrançado e eu expert na arte de entrançar, graças às explicações da educadora A.;

- A Y. tem 6 anos e é o máximo. Está sempre bem disposta. Tudo é motivo para rir e para brincar. A Y. questiona tudo. As suas palavras preferidas são: "não" e "porquê";

- O F. e o S. G., de 6 e 8 anos, estes manos são parecidos fisicamente, são curiosos, mas demoraram mais tempo a interagir comigo. Até ao F. querer adivinha a minha idade e começar por dizer que eu tinha 13... porque era mais crescida que o S. que tinha ido a uma festa de aniversário com a R.. Chegaram felicíssimos;

- O P.S e a R. de 11 e 8 anos, o primeiro adora futebol e ela não lhe fica atrás. Assim que chegou da festa de aniversário a primeira coisa que me disse foi "joguei muito à bola";

- O P.J. também tem 6 anos... manhoso... Arranjou mil e um pretextos para se aproximar de mim e ouvir as conversas, mas... logo no início quando nos conhecemos, olhou para o chão... até que comecei a imitá-lo, e ele riu de gargalhada;

- Os J's de 7 e 4 anos tinha ido passar o fim de semana em casa... Quando chegara, o J. mais pequenino e benjamim lá de casa, nos auge dos seus 4 anos quis reforçar o lanche. Já o mais velho... rumou ao quarto;

Um a um, fui decorando os nomes e as caras... não queria trocar-vos os nomes por nada deste mundo.

Fizemos imensas:

- vi os vossos livros de vida - lá estavam muitas fotos testemunhando alguns dos momentos marcantes das vossas pequenas grandes vidas;
- com o S. fomos pondo a mesa para o lanche;
- já com todos à mesa lanchámos juntos - uma tosta e batido - de larvas e bichos da seda com sabor a morango ;-);
- seguiu-se a preparação da fruta para as espetadas de fruta da sobremesa do jantar - fiquei impressionada com a vossa pronta cadeia de distribuição de tarefas: a C., o S. M. e o P.S. descascaram maçãs, pêras, laranjas. kiwis e bananas para o L. a partir qual chef;
-
depois foi a vez de ir estudar com a C. para a prova de aferição de Português - ela pediu para estudar com ela. Adorei. Só reforçou a minha vontade de estudar. Lembrei-me do tempo em que fazia redacções em que me limitavam a criatividade - "só pode escrever 25 linhas" - isto é um crime para um escritor ;-);
- nesta altura, as casas de banho estavam ocupadas para os banhos - pareciam linhas de montagem - o sistema está muito bem montado;
Já com pijamas vestidos, ainda assisti ao entrançar do cabelo da A.R. ;-)

O tempo passou depressa... a tarde voou.
Eu gostei e vocês também. Senti isso, pelo vosso olhar, pelo vosso "já vais embora?!".

Para a semana há mais! Está prometido!
Quem sabe se vamos "laurear" um "biquedinho"?
Um grande beijo para todos :-D

P.S. - Esta semana chegam o H. e o M... de quatro e um ano ;-)

Muito, muito bom...


Este fim de semana, decorreu o VII Congresso Mundial de Salsa e eu... estive lá!
Quem me conhece, sabe que eu digo sempre que "há vida para além da Salsa". Por isso, apenas confirmei a minha presença poucos dias antes desde fabuloso evento.
Vi o espectáculo e simplesmente achei fantástico. Muito, muito bom!!
Devo confessar que a minha apreciação foi muito condicionada pelo carinho que tenho por ambos, especialmente por ti, P. mas isenta o suficiente para dizer que estiveram todos fabulosos:
O número dos meninos é fora de série ;-)
O par M. e F. é muito bom!
O sorriso do O. a dançar e a forma como se movimenta...
A sensualidade da M. e da A.
Enfim..., adorei!
Até estive atenta a pormenores como a indumentária ;-)

Gostei muito de vos ver actuar!
Agora descansem o mais possível, boa?!

Um beijo muito grande. Em especial para ti P.
P.S.1 - À teacher M.A. Parabéns pela encenação e actuação.

sábado, 16 de maio de 2009

Perdi-lhes a conta...


Posso-vos dizer que esta semana que passou... enchi o "bandulho" com petiscos que eu fui aprendendo a gostar.

Ora das 21h às 00h... ainda são muitos caracóis comidos... com pãozinho torrado quentinho com manteiga ou com o molho dos caracóis...

Lá se foi a estatística... até agora, sabia exactamente o número de caracóis que havia comido...

Muito bom!! Para a semana vai ser a Caracoleta... ou será o conduto?!
Sim, porque afinal, os caracóis eram só para a entrada ;-)

P.S. - Obrigada pela excelente companhia e pela deliciosa conversa.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

"Kazoku"...

Hoje é dia Mundial da FAMÍLIA.
Eu adoro a Minha!!

Adoro-vos: Pai, Mãe, Mano e J.

O núcleo é duro... somos uma mão cheia de gente para proteger o L.
Adoro-te "Bebé G." - o L. ultimamente apresenta-se assim ;-)

Força Amiga...

Metade das sessões já lá vão... força para os próximos dias!
Eu estou cá. Sempre!!

Um beijo do tamanho do mundo ;-)
P.S. - Vai correr tudo bem. Palavra de "mãe".

Parabéns Mafaldisses...

“Amigo não é só aquele que empurra a cadeira ou baixa-se ao nível dela para conversar olhos nos olhos. No meu caso, amigo é também quem me tira de cima dela e faz dos pés dele os meus. Porque a deficiência não é nenhuma doença contagiosa, mas o amor é…”.

Mais um biquedinho do Mafaldisses...

Hoje o "Mafaldisses - crónicas sobre rodas", da papiroeditora... está de Parabéns!!
Jamais poderia dizer que é pequenino. Será sempre Grande, pelo tanto que aprendemos com ele e contigo!
Porque não somos do nosso tamanho... mas somos do tamanho daquilo que vemos. Eu acrescentaria que somos do tamanho que queremos ser... E por isso, Tu e o Mafaldisses são buééé da grandes ;-)
Grandes porque um livro assim só pode ser escrito por quem vive, sabe viver e gosta de viver!

Venham mais Mafaldisses, boa?!

Um grande beijo para ti M.

P.S. - espreita e comenta, sempre que te apetecer!

Já decidi...



Eu... Vou

Por mim, mas especialmente por ti e pela M.
Quando ouvires o teu nome... sou eu e as outras ;-)

Beijo Grande e muita...
(este é um blogue familiar)

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Sentimentalão ;-)...



A música é linda e o videoclip simplesmente fantástico!!
Nisto estamos de acordo ;-)
É wild... muito wild.

Bom fds para os dois... beijos grandes

P.S. - Sentimentalão... ou a cantar a cantiga do bandido?!
Ehehehehe

Quase, quase...

uma verdade absoluta... ou não ;-)

Há que relativizar...

Skank - Te Ver

Não só não é impossível, como se aprende a viver com isso...
e não é na Universidade ;-)

Acabamos sempre por ter...



Skank - Resposta

Mais tarde ou mais cedo... temos resposta para tudo!!
E aí, surgem outras perguntas:
Porquê tanto tempo depois?
Será que perdermos?

Tenho para mim que ganhámos... e muito :-)

Uma questão de talento...



Shaun Smith - 17 anos - Britains Got Talent 2009

Shaheen Jafargholi - 12 anos - Britains Got Talent 2009

All you need is belive...

terça-feira, 12 de maio de 2009

Repete, repete, repete...


Uma canseira :-P
Um nervoso miudinho...

Encontros imediatos...

...que nos deixam corados...
... que nos deixam sem fala...
... que nos deixam loucos....
... que nos deixam parados...
... que nos deixam cheios...
... que os deixam ou que ficam?!

Porque, quando menos se espera... a vida acontece!!
Nada como relativizar... nada como aproveitar ;-)

Está marcado...

Dizem os entendidos que são obrigatórios nos meses sem "r"...
Logo... está oficialmente aberta a época do Caracol.
Para nós, a sessão está marcada ;-)
Disseram-me que os caracóis eram "entrada",
porque o conduto era a seguir... e mais...
disseram-me "conduto é muito bom" ;-)

Eu acreditei! Avancemos sem medos!!

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Beijos, Beijinhos. ou Beijocas...


Os teus beijos L. são os únicos... Adoro!!

domingo, 10 de maio de 2009

Parabéns M...


" Sempre que vejo um elevador, lembro-me daquele episódio que vivi junto de um, há cerca de dez anos. Acompanhada de um amigo que caminhava ao lado da minha cadeira de rodas eléctrica, aguardávamos que a porta de um elevador abrisse para nos conduzir ao parque de estacionamento. Connosco duas mulheres à espera do mesmo, aparentando 40 e 60 anos, parecidas exteriormente e similarmente ignorantes - devia, ser mãe e filha. "Ah coitadinha, será de nascença? Já viste? Até estou maldisposta...", dizia uma para a outra em tom audível. O meu Amigo começou a respirar fundo, eu fingi que não era comigo, e o elevador que não chegava... Dizia então a mais velha, "Nem consigo olhar, é que quando vejo estas coisas... fico toda arrepiada", sem o mínimo esforço para eu não ouvir. A soar a defesa, o meu Amigo deu um passo em direcção à dupla e eu puxei-o com o desabafo: " A porcaria do elevador nunca mais abre!".
Qual clímax de um filme dramático, uma delas leva as mãos à cabeça e solta um grito: "Ai fala e tudo!". Ou seja, até aqui desculpei os comentários proferidos, porque a senhora pensava que eu não ouvia, falar então... que surpreendente! O meu Amigo quase perdeu a cabeça e falou por cima dela: "Mas afinal, o que é que você quer? "Ver estas coisas"... quais coisas...? Ela é uma pessoa, ouviu?". O circo estava instalado. Quando eu pensei que a mulher tinha caído em si, enganei-me redondamente. Perguntou-lhe se ele era da família e tentou baixar-se, infrutuferamente, para se aproximar de mim. "Peço desculpa, não queria ofendê-la, mas é que quando vejo estas coisas, penso sempre... mais valia que Deus a levasse!" Acho que pela primeira vez senti uma bolada no estômago! É possível alguém referir-se a outra pessoa tão insensivelmente? O meu Amigo cagou, só não partiu para a violência porque a porta abriu. Eu? Orgulhei-me dele e tive pena delas... Elas perderam o elevador."
Esta "coisa" que ouve e pior que fala, ainda tem o dom de escrever.

Hoje a M. celebra mais um aniversário. tive o prazer de a conhecer pessoalmente, alguns meses após o lançamento do seu livro "Mafaldisses - crónicas sobre rodas", da papiroeditora, altura em que gentilmente me autografou o meu exemplar. Já antes a admirava e depois de a conhecer o sentimento, o respeito e admiração só saíram reforçados.

M. desejo-te um excelente Aniversário, que possas continuar a ser um exemplo de força e de vida, para os que sem vida teimam em passar por aqui... És a prova viva, de que a vida é para ser vivida a cada momento.

"Morre lentamente...
quem não encontra graça em si mesmo...
quem destrói o seu amor-próprio,
quem não se deixa ajudar...
Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da sua má sorte ou da chuva incessante..."

Pablo Neruda

Nota - O texto reproduzido pode ser lido em "Mafaldisses - crónicas sobre rodas", e tem por título Elevador. O Poema de Pablo Neruda aqui citado não podia ter sido melhor escolhido... foi de resto também a escolha da F.F. para o prefácio do Livro!

sábado, 9 de maio de 2009

Um grande beijo...


deste lado do caminho...

Momentos wild...



Ben Harper - Sexual Healing

Kizombadose...



Irmãos Verdades - Oh Linda



Quando a Chuva Passar - Kizomba Latino

Depois de jantar... eu e a minha gripe ainda nos arrastamos para um pé de dança... um "biquedinho"... pensava eu...

Sem perceber bem como, e já sem o meu Amigo A., dei por mim a trocar a Salsa pela Kizomba... Primeiro ainda tive direito a uma boca foleira: "já te vi dançar muito bem Kizomba... não me digas que a culpa é do par?!".
O meu veneno de escorpião teve de se conter... Não há respeito... eu estou doente!!
Pouco tempo depois, voltaram a desafiar-me e eu, qie acho que há que perseverar perante a adversidade, não me deixei vencer!
Vai daí... tive direito a sessão contínua... horas e horas a Kizombar...

P.S. - Não estou a exagerar!!

Confissões Intímas...



The Story - Brandi Carlile
Excerto de Anatomia de Grey - episódio especial da 3ª série.

Ele - "Hoje, com uma dose enorme de egoísmo te diria que me apetecia não ir para casa... que me apetecia ser suficientemente "livre" para poder ir beber um copo antes de jantar no casino e "casinar"... jantar... beber um copo depois de jantar... e depois dançar... tudo isto com um dois amigos... para ter aquelas conversas tolas... rir-me às gargalhadas com as tolices de quem tem quase quarenta mas pela conversa parece que tem dezasseis... "

Ela - "Acho que te compreendo muito bem...
Ás vezes dou por mim a pensar se desejo, se quero mesmo ter uma família... se ma adaptaria a isso... a malta habitua-se a estar sozinha... entrar e sair de casa quando quer... jantar ou não jantar... ir para os copos ou não... Mas acredita que por vezes não deixo de me sentir sozinha na multidão...
Nunca estamos contentes... quando me "cruzo" com o (...), tenho tendência para reflectir nas mudanças que a vida dele sofreu... no que ele mudou, mesmo que possa ter sido só aparentemente, ou não - mas nem sequer ponho isso em causa. Mudaram-se rotinas... comportamentos...
Dou por mim a pensar se andamos cá mesmo por esse motivo - "crescei e multiplicai-vos" - se é isso mesmo que queremos...
Esquece lá as divagações... devo estar a precisar de uns copos..."

Ele - "Tema que dá para um livro... não cabe num email...
É comum ter-se tudo e tudo o que os outros invejam e no fundo e sem que mais ninguém saiba, se ache que não se tem nada! É comum que num jantar com 10 pessoas ou numa festa com 100 pessoas se esteja, no intimo, sozinho!
Essa é a fantástica característica dos homens e das mulheres... somos duma complexidade não mensurável... complicamos o que é simples... estamos onde não queremos estar... só queremos o que não temos... quando temos usamos como pastilha... mastigamos e deitamos fora... ... bom... não é dia para puxares por mim... estou demasiado vulnerável...
Às vezes acontece exactamente o que a letra da musica "The Story" descreve... outras vezes nem por isso..."

Ela - "A música "The Story" incomoda-me profundamente... devo ser das poucas pessoas para quem a música se torna repudiável..."

Ele - "Compreendo que a letra possa incomodar... por isso é que digo que às vezes é assim e outras nem por isso... e é sempre muito melhor quando nem por isso..."

Gripe das Porcas...

E não é que estamos com A gripe...
A coisa tem se vindo a agravar...
Cheira-me que este fim de semana vai ser muito caseirinho ;-)

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Parabéns Mana...

Nenhuma outra imagem ilustraria tão bem o que se espera do dia de hoje...

Hoje tenho o privilégio de celebrar mais um aniversário de alguém que me é muito especial!
Somos donas de uma Amizade sincera, frontal crítica, genuína e gratuita.

Uma Amizade à séria!!
Ser Amigo é ser como somos. É partilhar o íntimo... partilhar o que jamais partilharíamos com outros.

Obrigada pela tua Amizade e pelo teu Carinho.

Para ti, minha Amiga. Para ti minha "Mana"... neste dia de festa, desejo-te um dia muito feliz.
Aposto que mais dias felizes se avizinham. São dias Felizes os que tu mereces!!
Parabéns minha Querida!

Um Beijo Grande, muito Grande! Até já!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Happy Woman...


Um fim de tarde diferente...
Champagne e sushi... comido com as mãos, naturalmente!

E mais não digo ;-)

Bem-vinda R...


Poucos minutos depois do dia 06 de Maio chegou a R.
Se as tias N. e S. estão radiantes, imagino os papás...
Tudo de bom para ti R.
As tias já combinaram, brevemente vamos por-te a vista em cima ;-)
Beijos grandes para os três ;-)

quarta-feira, 6 de maio de 2009

A Wish (keep Fighting) ...



Dr1ve e Lúcia Moniz para o filme "A Escritora Italiana" de André Badalo.

(Dr1ve)
Please don't be scared
I won't dissapoint you
Just look at my face
I shouldn't love you anyway

I wanna try it
I think I'm already trying
I'm already trying

Because I believe it
Yes I believe it
And I am trying...

(Lúcia Moniz)
Please keep fighting
Keep fighting...
Together we can build something beautiful
Please keep fighting
Together we'll build love...

(Dr1ve)
I can't live without you
Could I ever learn how to live with you?

(Dr1ve & Lúcia Moniz)
Cause I believe it
Yes I believe it
And I am trying...

Please keep fighting
Keep fighting
Together we can build something beautiful
Please keep fighting
Together we'll build love...

Please keep fighting
Keep fighting
Together we can build something beautiful
Please keep fighting
Keep fighting...

(Dr1ve & Lúcia Moniz)
I won't give up on you...
Please keep fighting
Together we'll build love...

(Dr1ve)
Don't you give up now on me
I won't give up on you...

Simplesmente Fabuloso! Digo eu...

P.S. - Pode amar-se alguém que ouve a mesma canção, certo?!

Bom, mas bom...


Há sempre uma primeira vez...
Depois do concerto, lá rumámos nós para a Roulotte do Ti Zé,
coisa limpinha e muito à frente ;-).
Este hamburgão, ao lado do que nós comemos, é um menino...


Meus Queridos, quando é que lá voltamos?!

Simplesmente fantástico...


A digressão com que Lenny Kravitz comemora os 20 anos da edição do seu primeiro album "LET LOVE RULE - A "LLR 20(09)" passou, à minutos pelo Pavilhão Atlântico, que encheu para aplaudir Lenny Kravitz com o entusiasmo a que o músico diz já estar habituado a receber em Portugal.

"Obrigado por uma noite maravilhosa e por, neste tempos difíceis, terem vindo aqui ouvir-me. Eu agradeço, eu adoro e eu respeito Lisboa!"

Lenny Kravitz não se cansou de fotografar para o seu facebook e de agradecer ao público que encheu o Pavilhão Atlântico para o rever, apenas 1 ano depois do seu concerto no Rock in Rio Lisboa!.
Lenny
diz que "o público português o recebe sempre com muita alegria e boas vibrações" e as milhares de pessoas que cantaram e dançaram consigo, no Pavilhão Atlântico, deram-lhe mais uma vez razão...

As músicas que aqueceram ainda mais a noite já quente de 5 de Maio no Pavilhão Atlântico foram I'll be waiting, I Belong to You, American Woman, Mama said, Fly Away e, claro os 3 encores.



I'll be waiting



I Belong to You - Parte 1



I Belong to You - Parte 2



Fly Away



American Woman

Para o primeiro encore - uma versão acústica, e em dueto, de Again - Lenny Kravitz trouxe consigo uma cantora que segundo disse dispensava apresentações - Mariza . "Again" foi interpretada em dueto, em jeito de serenata, e a fadista portuguesa conseguiu mesmo vencer o duelo amigável de chegar às notas mais agudas.
Eu, que nem sou fã de Mariza, confesso que fiquei com pele de galinha...



Again

Depois o músico foi ainda obrigado a voltar 2 vezes, primeiro para interpretar o tema com que há 20 anos se estreou na música e que dá nome a esta digressão - Let Love Rule que o público acompanhou em coro e depois para fechar em grande o concerto com o clássico Are you gonna go my way.

Lenny Kravitz escreveu o seu álbum de estreia, LET LOVE RULE há 20 anos atrás, que incluia a assinatura, "It's time to take a stand, Brothers and Sisters join hands...".(É altura de tomarmos posição. Irmãos e irmãs dêem as mãos"). O músico acha que esta afirmação ainda é relevante nos dias de hoje e está a espalhar a mensagem de esperança, levando-a em digressão com ele pela Europa.

Lenny Kravitz é um dos mais populares rockers da sua geração, desde que surgiu com o inovador álbum de estreia LET LOVE RULE. Com vários prémios conquistados (entre os quais 4 Grammys), Lenny Kravitz é também um multi-talentoso instrumentista e produtor, que colaborou com nomes da música como Mick Jagger, Stevie Wonder, Michael Jackson, Jay-Z e Alicia Keys.

Um ano depois de ter triunfado no Rock in Rio Lisboa 2008, no dia mais concorrido do festival, Lenny Kravitz regressou com a sua nova digressão, "LLR 20(09)", uma tournée em que presta homenagem ao seu estrondoso álbum de estreia, agora considerado um clássico.

A digressão inclui também músicas do último disco, "IT'S TIME FOR A LOVE REVOLUTION", sem esquecer outros sucessos como "Are You Going To Go My Way?", "It Ain't Over Til It's Over", "Dig In".

Entretanto dia 20 de Abril, foi editada uma versão de luxo a comemorar o 20º aniversário de "LET LOVE RULE" que inclui uma versão remasterizada digitalmente do álbum original com vários extras - imprescíndivel, digo eu!!

P.S. - se estou rouca?! O que é que vos parece?!

Bem-vinda J...


A J. é filha da A.L. uma amiga de infância que o tempo afastou.
Hoje, mesmo à distância soube que tinhas nascido.
À A. e à J. as maiores felicidades e tudo de bom ;-)


Um beijo às duas, N

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Foi há dois anos...



A menina britânica Madeleine McCann desapareceu completam-se hoje dois anos de um aldeamento turístico da Praia da Luz, Lagos, quando dormia com os seus irmãos gémeos e os pais jantavam num restaurante a cerca de 50 metros.

Os pais da menina, Kate e Gerry MacCann, continuam a acreditar que a filha está viva e mantêm a convicção de que ainda é possível trazê-la sã e salva para casa, como se lê no sítio da Internet ‘Find Madeleine’ (Encontrem Madeleine), criado a pedido dos pais.

«Ainda há muito para fazer. Continuamos focados no nosso objectivo - encontrar Madeleine e trazê-la de volta para casa em segurança. Como pais da Madeleine não podemos nem vamos parar de fazer tudo o que é possível para a encontrar», lê-se na mensagem da família McCann, no sítio da Internet.

No mesmo sítio continuam a ser pedidos donativos para o fundo, cujo destino, segundo os MacCann, é para poder manter as buscas da filha Madeleine.
Gerry MacCann admitiu, recentemente, que o dinheiro do fundo para procurar a filha pode esgotar-se no final do ano se continuar a ser gasto ao ritmo que tem sido até agora.

O desaparecimento de Madeleine McCann a 3 de Maio de 2007 tornou-se num caso mediático a nível global e levou à abertura de um processo em que os pais da menina foram constituídos arguidos a 7 de Setembro de 2007.


No momento em que Madeleine foi dada como desaparecida, os pais da menina jantavam com um grupo de amigos ingleses num restaurante do aldeamento turístico Ocean Club, a cerca de 50 metros do apartamento em que a criança dormia.

A Polícia Judiciária inicialmente apontou para a hipótese de rapto, msd mais tarde admitiu a morte da criança.

As autoridades, contudo, nunca conseguiram apurar o que realmente aconteceu a Madeleine McCann.

A 21 de Julho de 2008, a Procuradoria-Geral da República anunciou oficialmente o encerramento da investigação e o arquivamento das suspeitas contra Gerry e Kate McCann.

Gonçalo Amaral, ex-inspector da políicia judiciária tem investigado o caso desde o início. E mesmo depois de deixar aPJ, não se cansa de falar no caso Maddie - A verdade da Mentira.


Verdade ou Mentira, não se sabe. cada um, tem a sua opinião, e eu não sou excepção.

Mas a Verdade, que não é Mentira é que Maddie está ausente, em parte (oficialmente) incerta há já dois anos.

A Verdade, que não é Mentira é que Maddie que dentro de dias completará 6 anos, é um caso muito mediatizado, mas não é único. Nem em Portugal, nem no Reino Unido.

A Verdade, que não é Mentira é que gostava que este caso tivesse um final... este e outros...

domingo, 3 de maio de 2009

Todos os dias são dias...


Da Mãe!

Hoje é dia da Mãe... é o que dizem.
Continuo a achar um biquedinho cretinas estas comemorações.
Cretinas porque não passam de comércio! Cretinas porque as Mães são sempre as Mães.

Mas, como diz o ditado, se não os podes vencer, junta-te a eles...

Por isso, há que celebrar o dia da Mãe!
A minha é única... em tudo! Não pára de surpreender...

Para além da minha Mãe, celebro a Minha Avó e outra grande Senhora que em tempos disse "não me importava nada de ter uma filha assim... mas como não é filha... queria mesmo era que fosse..."
Porque as duas últimas estão já no "outro lado do caminho", resta-me abraçar e felicitar a minha Mãe.
Gosto Muito de Ti.
Beijos Grandes,
N

Missão Cumprida...


Temos Equipa! Parabéns!
Venham mais destas ;-)

Desfilando pela cidade...


Ainda ouço o barulhinho do arranque...
Ainda sinto as costas a colar ao encosto lombar...
Fica-nos mesmo bem!
Como diria o L. "que maisssss" ;-)
P.S. - ainda estou capaz de inventar brindes originais...
Depois de brindar aos três "s", aos três "f" e do brinde à "pl"...
estou aqui a pensar que podemos brindar a...

Declaro oficialmente aberta...

a minha época balnear em Portugal...


Há bola de Berlim! Com creme e sem creme.
Com creme, é claro ;-)
Hummm... :-P
Claro que dormi na praia!

Gran Torino...




Walt Kowalski (Clint Eastwood) é um veterano da guerra da Coreia, um homem inflexível e amargo, que vive sozinho. Para além da cadela Daisy, a sua arma é a única coisa em que confia.

Os antigos vizinhos morreram ou mudaram-se há muito e o bairro é agora habitado maioritariamente por imigrantes asiáticos, os quais Walt despreza profundamente.
Walt vai matando o tempo como pode, até que, um dia, Thao, um dos seus jovens vizinhos, é pressionado por um gang e tenta roubar o seu precioso Ford Gran Torino. Walt impede o furto e quase o mata, tornando-se o herói involuntário do quarteirão.

Para agradecer-lhe por ter poupado a vida ao jovem, a família Hmong obriga este a penitenciar-se, trabalhando para o vizinho. Walt acaba por dar-lhe pequenos trabalhos comunitários. É o início de uma amizade inesperada, que mudará o curso das suas vidas.
E, graças a Thao, Walt vai conhecer verdadeiramente os seus vizinhos e descobrir o que o liga a estes exilados.

O bairro em que vivem Walt e os Hmong vive sob a constante ameaça de gangs, que não só querem atrair Thao para seu grupo como também foram responsáveis por induzi-lo a roubar o Gran Torino. Os embates entre eles e Walt são os momentos mais icônicos do filme. Gran Torino mostra um Walt sem medo de tirar sangue dos outros, também é um retrato do racismo, já que em nenhum momento ele esconde seu desprezo pelos vizinhos.
Eu gostei. o F. gostou. Nós gostámos.

Do cinema seguimos para outras danças. A noite estava fantástica!

P.S. - Não se procura, encontra-se! Foi uma das conclusões...

Tertúlia...


É a palavra que melhor descreve a tarde de um de Maio.

O Sol e o calor convidavam a uma bela tarde ao ar livre... já que estávamos pela cidade, nada como uma bela esplanada.

E lá fomos nós - eu, a A. e o F.
É melhor corrigir - a A., o F. e eu... porque na verdade, esta foi a ordem de chegada. Já a de saída... foi exactamente oposta.
Entre águas, batidos, risos e gargalhadas, esta tarde foi do melhor ;-)
Uma tarde de Tertúlia com vista para o Tejo, a um de Maio, curiosamente...

O Máximo...



Isto é uma pequena grande amostra do muito que por lá passou...
Não é o máximo?! Eu acho!!

Devo reforçar que devem ir experimentar o Blues numa destas quintas...
A noite de estreia esteve ao rubro.
Salsa dançada em meio metro quadrado e kizomba com muito calor humano ;)

Mas valeu a pena, os nossos professores estavam maravilhosos. Também, estavam à espera de quê?!

A noite foi muito agradável, valeu cada minuto, cada gota de suor!
Uma barrigada de dança e risada até às tantas da manhã.

O único senão, sim, porque há um senão... foi o P.N. não me ter tirado para dançar. Buáááá :-((
Ainda vais querer ser meu par outra vez ;-)

Gostei muito da tua actuação P.N e claro, da actuação M.
Um dia hei-de mexer-me assim... um dia ;-)

Tia-Sitting...

Contigo...
- descubro sempre motivos para rir;
- invento histórias para contar;
- canto como se nunca tivesse feito outra coisa na vida;
- sou a pessoa mais paciente do Mundo;
- desenvolvo um dialecto de ternura;

Contigo... Sou muito Feliz!!!
Adoro-te e Adoro dias assim ;-)

Um beijo e um abraço muuuuiiiito apertado da Tia N.

P.S. - sim, eu deixo-te jogar às "boinhas com a cneta"...
afinal, quem sai aos seus...